currículo para estágio

6 passos essenciais para elaborar um currículo para estágio

Não importa qual a graduação você escolheu fazer. Cedo ou tarde, todos os estudantes se deparam com um momento em comum: a hora de criar um currículo para estágio.

Esse é o documento que sintetiza a sua jornada acadêmica e, acima de tudo, marca o início da sua procura por oportunidades profissionais que vão deixá-lo um passo mais perto de construir a tão desejada carreira. Ou seja, é emoção a mil!

Portanto, é essencial ficar atento à produção dele para que ele se destaque da concorrência, faça uma boa apresentação de quem você é, mostre os seus diferenciais e exponha o seu esforço em se capacitar para o mercado de trabalho. Por essa razão, listamos 6 passos que vão ajudá-lo nessa tarefa. Confira!

1. Insira apenas dados atuais

O primeiro passo é inserir os seus dados pessoais atuais, o que inclui nome, idade, status civil, endereço, telefones e e-mail. Isso deve ser refeito toda vez que ocorrer alguma mudança na sua vida pessoal (como troca de moradia ou número de celular).

Afinal, é de praxe que o que você escreveu no currículo seja questionado e confirmado em entrevistas e até mesmo dinâmicas do processo seletivo.

Logo, tenha em mente que se houver algo desatualizado, isso pode passar uma imagem de descuido e desinteresse quanto à vaga de estágio — algo que, definitivamente, não é bom para nenhum estudante que quer entrar no mercado.

Para completar, um erro desse tipo pode gerar problemas, como o departamento de recursos humanos tentar comunicar que você passou para as próximas etapas da seleção, mas não conseguir qualquer retorno, levando-o, assim, a ser desclassificado.

2. Descreva qual é o seu objetivo profissional

O próximo ponto é a descrição do seu objetivo profissional. Isto é um pequeno resumo, em duas ou três linhas, em que você explica em qual campo da sua profissão quer atuar e quais atividades deseja desempenhar.

Isso é muito útil para mostrar o seu interesse na vaga que é oferecida e, em especial, a sua compatibilidade com ela. Por exemplo, suponhamos que você estuda Educação Física. Um bom texto de objetivo profissional nesse contexto seria:

“Desejo atuar na área de educação física escolar, realizando tarefas que envolvem programa de exercícios para melhora da saúde física e mental de alunos do ensino fundamental e médio, além da preparação de atletas amadores e equipes esportivas da instituição”.

3. Apresente a sua formação acadêmica

Seguiu os passos anteriores ao montar o seu currículo para estágio? Pois então apresente qual é a sua formação acadêmica. Primeiramente, você diz em qual colégio concluiu o ensino médio e em que ano foi isso.

Em um segundo momento, você aponta em qual instituição de ensino superior está se graduando, qual o curso está sendo feito e a perspectiva de ano em que vai encerrá-lo. Também é importante que você informe duas outras coisas: o semestre em que está e o turno em que ocorrem suas aulas (caso seu curso seja presencial).

Curso técnico, tecnológico ou graduaçãoPowered by Rock Convert

4. Mostre quais são os seus cursos adicionais

Uma quarta sugestão é mostrar que você tem investido em cursos adicionais para conhecer mais da sua área de atuação, aprender sobre as particularidades dos locais de trabalho da sua profissão, ficar por dentro das tendências e mudanças do mercado brasileiro na atualidade e se capacitar para o maior número possível de atividades.

Por isso, vale a pena fazer cursos de extensão, cursos técnicos e cursos de idiomas. Lembrando que não basta apenas citá-los no currículo, viu?

É preciso ter o certificado ou declaração emitido pela instituição de ensino comprovando que você os realizou, indicando qual a carga horária deles e os conteúdos que foram estudados. Assim, caso seja solicitado pelos recrutadores, você tem como mostrar que as informações do sue CV são 100% verídicas.

5. Destaque sua experiência profissionais

Fora o que já foi dito, é importante colocar a sua experiência profissional no currículo. Afinal, isso mostra que você já teve algum vínculo com alguma instituição, assumiu diferentes tarefas e funções e até integrou uma ou mais equipes.

“Mas e seu eu nunca tiver trabalhado nem mesmo estagiado? Como fica essa seção do CV?”, você deve estar se questionando. Nesse caso, sem desespero, ok?

Você pode optar por mencionar outras atividades que estão relacionadas direta ou indiretamente ao mercado. Um bom exemplo disso são os trabalhos voluntários em instituições sem fins lucrativos, serviços governamentais ou eventos de organizações privadas (de esporte, lazer, comunicação etc.).

Outra possibilidade é citar a participação em projetos de extensão e/ou em empresas júnior da faculdade que realizam intervenções e atividades com o objetivo de estimular o desenvolvimento de competências profissionais.

6. Adicione suas habilidades

Para terminar, não deixe de adicionar as suas principais habilidades que vão ser úteis para o estágio que você pretende fazer. Essa é uma informação que pode parecer banal, mas acredite: pode ser o diferencial necessário para chamar a atenção dos recrutadores.

Isso porque cada vez mais eles procuram jovens talentos que tenham habilidades emocionais e sociais básicas para um trabalho produtivo, equilibrado e ético. Entre elas, podemos citar: a empatia, a colaboração com os colegas, a proatividade, a comunicação simples e acessível, a resiliência e a capacidade de se adaptar a novidades.

Para falar delas não é preciso um longo texto nem uso de exemplos. Bastar criar um tópico pontuando quais são elas. Numa eventual entrevista para seleção de estagiários, o RH vai perguntar sobre essas habilidades e aí você terá a oportunidade de falar mais a respeito.

Como deu para ver, fazer um currículo para estágio não é algo complicado ou que requer mil e uma invenções. O segredo é ser sucinto, trazer informações atualizadas e pontuar os seus investimentos em educação e experiências de atuação na área desejada. Assim, você terá um CV robusto, capaz de abrir as portas para diferentes estágios e, inclusive, até mesmo outras oportunidades no mercado, como programas de trainee e empregos.

Curtiu o post? Então nos acompanhe no Facebook, YouTube, Twitter e Instagram para conferir mais dicas de como aproveitar o período da faculdade e conquistar os melhores estágios!

Powered by Rock Convert

Dê mais um passo na sua vida.

Cadastre-se e receba nossos artigos em primeira mão.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support