mudança de carreira

Guia completo para ajudar na sua mudança de carreira

Encarar uma mudança de carreira dá medo, afinal, a decisão costuma impactar vários setores da vida de qualquer profissional, mesmo aqueles com bastante experiência. Os desafios virão, é verdade, e será preciso sair da zona de conforto se você sonha em fazer essa importante transição.

É possível começar outra carreira, especialmente se você bolar um bom planejamento. Pensando nisso, preparamos um guia completo para ajudar você a seguir um novo caminho profissional e, é claro, ter sucesso na transição de carreira.

Quer saber mais sobre o assunto? Neste post, você descobre:

  • por que é importante sentir satisfação com a carreira escolhida;
  • como identificar o momento certo para fazer a transição profissional;
  • como se preparar para a mudança de carreira;
  • por que é importante investir em cursos na área escolhida;
  • como se dar bem nessa nova carreira.

Boa leitura!

Por que é importante sentir satisfação com a carreira escolhida?

A mudança de carreira é mais comum do que se imagina, e sabe de uma coisa? Qualquer profissional pode sentir a necessidade de fazer essa transição em algum momento da vida, independentemente da idade, do cargo ou da formação.

Nem todo mundo sabe o que quer logo depois de se formar no Ensino Médio, ou mesmo depois de algum tempo, quando já acumulou algumas experiências profissionais. Não há uma fórmula mágica para fazer a melhor decisão. Às vezes, é preciso dar um passo para trás e repensar toda a trajetória profissional, ainda mais se você percebeu que não está feliz. Vamos combinar: é desanimador fazer aquilo que a gente não gosta.

A verdade é que o trabalho toma um bom tempo do nosso dia. Assim, nada mais justo do que se dedicar a uma atividade que traga realização profissional e pessoal, não acha? Esse é o verdadeiro segredo de profissionais bem-sucedidos — eles fazem o que realmente gostam. Com isso, se sentem mais produtivos, motivados e animados para começar o dia, para enfrentar desafios e cumprir metas.

Você quer realizar um sonho antigo? Quer experimentar novas oportunidades? Seus valores são outros e você sente que precisa tentar algo novo? Os motivos para a mudança de carreira podem ser variados, mas uma coisa é certa: quanto mais satisfação profissional você sente, melhores são seus resultados no trabalho.

Além disso, a qualidade de vida muda, afinal, você passa a viver uma rotina muito mais saudável e longe do estresse. No final do dia, isso é tudo o que queremos, não é?

Quando fazer a mudança de carreira?

Não há motivo para ter medo de rever as suas prioridades, sobretudo, suas escolhas. A carreira não precisa ser escrita em pedra. Se existe a vontade de mudar e, ainda, de investir em desenvolvimento profissional, dá tempo de encarar novos desafios.

Antes de qualquer coisa, saiba que, para avançar no processo de mudança de carreira, é preciso apostar em uma boa dose de autoconhecimento. Isso é fundamental para ajudar você a encontrar as respostas que realmente busca. 

Como falamos, não há uma fórmula mágica a ser seguida para tomar a melhor decisão profissional. A boa notícia é que existem alguns sinais que indicam que é hora de considerar uma mudança de carreira. Confira, a seguir, os principais deles!

Você procrastina todos os dias

Todo mundo procrastina, e isso não é novidade. Aqui, o problema não é só adiar tarefas chatas de vez em quando ou no momento em que você sente o cansaço bater. A questão é tornar isso um hábito. 

Você se pega adiando compromissos e atividades todos os dias? Se a resposta é sim, alguma coisa está errada. Será que você sente insatisfação com a sua rotina? Será que o que tem feito continua sendo importante para você?

Você reclama constantemente

Se você passa grande parte do seu tempo reclamando de colegas de trabalho, de seus superiores e de uma rotina estressante, por exemplo, é interessante considerar a mudança de carreira. O ambiente de trabalho não deve parecer uma prisão, e é essencial se sentir confortável onde você está.

É comum, também, que essas reclamações venham junto a críticas diversas, como às atividades que você desempenha, ao ambiente em que você está ou ao salário que você ganha.

Você sente muito cansaço

Em muitos casos, o trabalho realmente pode afetar a nossa saúde. Alguns profissionais passam grande parte de seus dias em um ambiente tóxico e estressante, e ao final do dia, sentem esgotamento físico e mental. Eles ficam doentes, dormem mal e se sentem constantemente cansados.

Além disso, eles entregam um rendimento bem abaixo do esperado no dia a dia — sem falar em possíveis problemas de insônia, depressão e ansiedade. Nessas situações, o melhor é rever suas prioridades e priorizar o seu bem-estar.

Você perdeu o interesse na profissão

Talvez você nunca tenha se interessado de verdade pelo trabalho que você faz. Como falamos, algumas pessoas acabam escolhendo suas profissões por impulso ou mesmo por pressão da família. Com o passar dos anos, elas se sentem estagnadas, como se estivessem apenas cumprindo suas obrigações.

Você também pode simplesmente sentir que aquele trabalho já não tem a ver com o seu perfil profissional, por que não? Isso acontece porque as carreiras deixaram de ser lineares, e muito disso tem a ver com a aceleração da tecnologia.

Hoje, o mercado de trabalho busca profissionais abertos a mudanças, que sejam capazes de aprender e reaprender, se preciso, e, mais do que nunca, que entendem que é fundamental acompanhar as constantes mudanças e tendências de seu respetivo setor.

Como se preparar para essa transição?

Pronto. Você já conhece os principais sinais que indicam que é hora de considerar a mudança de carreira. Agora que você sabe mais sobre o assunto, falaremos sobre o processo de transição.

Sabemos que a mudança não é uma tarefa simples, mas existem táticas que podem ajudar você a fazer esse importante movimento com sabedoria e, é claro, muita preparação. Vamos lá?

Pesquise sobre o mercado de trabalho

Você já tem alguma área em mente? Comece pesquisando tudo sobre o mercado de trabalho dela. Veja as qualificações e experiências mais requeridas por recrutadores e avalie se você pode conquistá-las. Busque, ainda, detalhes sobre a remuneração, as possibilidades de atuação e as especializações desejadas.

Invista em autoconhecimento

Já falamos aqui sobre a importância do autoconhecimento no processo de mudança de carreira. Você se lembra? Acreditamos que esse seja o ponto de partida da jornada. Saiba que analisar habilidades, reconhecer dificuldades e até fraquezas é fundamental para o seu crescimento e para que você controle suas emoções.

Além do mais, esse é o melhor caminho para conseguir destaque em qualquer carreira que se queira seguir. É a partir do autoconhecimento que você consegue definir melhor suas metas e seus objetivos, seja eles quais forem.

O que acha de começar a investir em autoconhecimento hoje mesmo? Reunimos dicas sobre o assunto:

  • pontue suas características positivas e negativas;
  • reconheça suas habilidades;
  • avalie as atividades que deixam você feliz;
  • peça feedbacks aos colegas de trabalho;
  • questione suas opiniões e seus posicionamentos;
  • pense sobre suas crenças e seus valores;
  • observe suas emoções e como você reage a diferentes situações.

Defina metas e objetivos

Depois de apostar em autoconhecimento, fica mais fácil definir seus objetivos profissionais, além das metas que ajudarão você a conquistar o que mais deseja. Essa atitude contribui para aumentar o seu foco e a sua motivação, sabia?

Listamos alguns passos para ajudar você a definir metas e objetivos com clareza. Veja:

  • continue focando em autoconhecimento;
  • reflita sobre seu futuro profissional;
  • faça testes vocacionais;
  • liste seus principais interesses;
  • pense em metas de curto, médio e longo prazo;
  • mensure seus resultados;
  • busque mentoria com profissionais do setor desejado. 

Tenha uma reserva financeira

Esse é um passo importante para quem decide seguir com uma mudança de carreira, pois a reserva financeira ajuda você a tornar o processo de transição mais tranquilo. Com isso, você tem tempo para focar no que realmente interessa até encontrar a estabilidade profissional que deseja.

Nossa sugestão, então, é que você guarde uma quantia para se manter por seis meses ou mesmo um ano. É bem provável que você tenha que apostar em cursos técnicos ou até pós-graduações para se dar bem nessa nova carreira, por isso, é importante considerar esse investimento na reserva financeira.

Veja, a seguir, algumas dicas simples para poupar um dinheiro durante o mês:

Curso técnico, tecnológico ou graduaçãoPowered by Rock Convert
  • organize os seus custos fixos e variáveis;
  • anote todos os seus gastos;
  • renegocie as dívidas o quanto antes;
  • evite utilizar o cartão de crédito;
  • elimine gastos desnecessários;
  • evite parcelar suas compras;
  • use aplicativos para organizar a vida financeira, como Guia Bolso, Minhas Economias e Orçamento Fácil.

Faça networking

O networking pode ajudar você a fazer uma mudança de carreira de maneira bem-sucedida. Ao conversar com profissionais da área em que deseja atuar, você tem a oportunidade conhecer mais sobre o dia a dia da profissão escolhida.

Além disso, dá para descobrir quais desafios e oportunidades esperam por você nesse novo caminho. Bom, não é? Atualmente, a prática do networking se tornou ainda mais fácil graças à chegada do LinkedIn. Por lá, é possível conversar com profissionais de todo o mundo e ter acesso a diversas vagas de várias empresas do Brasil.

Não basta só ter um perfil e ir adicionando profissionais do setor em que você gostaria de trabalhar, ok? Listamos dicas eficazes para ajudar você a otimizar sua presença nessa rede social profissional. Veja:

  • inclua uma foto no perfil, focando em imagens mais neutras;
  • faça um bom resumo de suas habilidades e experiências;
  • mantenha o perfil atualizado sempre;
  • fale sempre a verdade;
  • participe de grupos;
  • lembre-se de personalizar a URL do perfil;
  • escreva recomendações para seus colegas;
  • preencha todas as seções requeridas do perfil.

Se puder, esteja em eventos relacionados ao setor em que você deseja trabalhar. Mais uma vez, a internet pode ajudar nessa questão, afinal de contas, é possível participar de eventos online no conforto de casa, sem se preocupar com gastos extras de locomoção.

Amplie seus conhecimentos

Por fim, amplie seus conhecimentos, investindo em cursos diversos para complementar a sua formação acadêmica e melhorar o currículo. Além disso, recomendamos que você se atente aos principais acontecimentos do país e do mundo, acompanhando mudanças e novidades por meio de noticiários, podcasts, revistas, jornais etc.

A verdade é que o mercado de trabalho está cada vez mais exigente, e para conseguir se destacar dos demais, é fundamental buscar atualização. Falaremos mais sobre o assunto no próximo tópico. Continue acompanhando para saber mais!

Por que investir em cursos na área escolhida?

Em suma, o mercado de trabalho mudou bastante nos últimos anos porque o mundo tem se tornado cada vez mais digital. Em alguns setores, essas transformações são ainda mais profundas e constantes, por esse motivo, certas carreiras precisam até ser reformuladas. Em compensação, outras novas surgem, como as digitais, e se faz necessário adquirir diferentes habilidades para encará-las.

Para fazer a mudança de carreira ou mesmo buscar a recolocação profissional, é fundamental investir em formação de qualidade, para ter acesso a diferentes oportunidades.

Imagine começar em uma profissão que não tem nada a ver com o trabalho que você executa agora? Você acha que conseguiria enfrentar esse desafio sem conhecimento ou preparação? Provavelmente não, pois a concorrência provavelmente estaria um passo a sua frente e seria difícil obter o destaque desejado sem a qualificação adequada.

Quem tem pressa para conseguir um novo emprego, por exemplo, pode apostar em cursos técnicos. Saiba que eles são boas opções para profissionais que buscam uma formação mais em conta e com bastante ênfase na prática profissional. Além deles, existem os cursos de extensão, que também apresentam um bom custo-benefício e ajudam a turbinar o currículo.

Os cursos de pós-graduação podem ampliar seus horizontes, ajudando você a buscar especialização em setores diferentes e que podem, ou não, ter a ver com a sua formação. Além disso, ao investir nesse tipo de programa, você sinaliza ao mercado de trabalho que é um profissional multifacetado e flexível.

Mostramos, abaixo, os principais tipos de pós-graduação existentes. Aproveite para avaliar aquela que mais tem a ver com o seu perfil.

  • Especialização: para profissionais que desejam ampliar conhecimentos técnicos e científicos de determinado setor.
  • MBA (Master of Business Administration): para profissionais experientes e que almejam ocupar cargos administrativos ou gerenciais.
  • Cursos de aperfeiçoamento: para profissionais que desejam obter conhecimentos específicos sobre uma área.
  • Mestrado acadêmico: para profissionais que queiram trabalhar como pesquisadores e professores universitários.
  • Mestrado profissional: para profissionais que necessitam aprofundar conhecimentos focando no mercado de trabalho.
  • Doutorado: para profissionais que também desejam trabalhar como pesquisadores e professores, mas abordando temas específicos.
  • Pós-doutorado: para profissionais que queiram se aprofundar ainda mais em temas já visitados no doutorado.

Como se dar bem na nova carreira?

Chegamos ao último tópico deste post sobre mudança de carreira. Aqui, a ideia é ajudar você a colocar em prática todas as recomendações vistas até agora. Confira, então, nossas dicas para você se dar bem nessa nova carreira!

Mantenha a calma

A mudança de carreira é um processo, por isso, é importante que você saiba que os resultados dessa decisão não são imediatos. É possível que você tenha que percorrer um caminho até conquistar seus objetivos, então, manter a calma para se recolocar no mercado de trabalho é mais do que necessário.

Talvez seja até preciso ganhar um pouco menos por um tempo. Já pensou nisso? Pelo menos até que você ganhe experiência e autoridade na nova carreira. Recomendamos que faça uma reserva financeira, pois essa atitude pode tornar o processo de transição bem mais tranquilo.

No começo, talvez leve tempo para você se adaptar a uma rotina diferente. Quem já tem um dia a dia corrido, por exemplo, precisa se preparar para conciliar atividades, trabalhar e estudar. A jornada da mudança de carreira não é fácil, mas certamente não é impossível.

Coloque seu plano em ação, se esforce para aprender mais a cada dia e demonstre que você consegue se adaptar às transformações do mercado de trabalho. Quando existe foco, determinação e disciplina, os resultados eventualmente chegam. 

Seja flexível

Falando em se adaptar às transformações do mercado de trabalho, saiba que é preciso mostrar flexibilidade se quiser encarar um novo desafio. Na verdade, essa característica é essencial para qualquer profissional, mesmo que ele não esteja buscando a mudança de carreira.

Ser flexível é ser adaptável. É se abrir não só para mudanças, mas para novas ferramentas, ideias e diferentes interações. É ser capaz de admitir que existem formas melhores, por exemplo, de fazer algo que você sempre fez a vida toda.

Pessoas flexíveis estão prontas para lidar com diferentes demandas. Além disso, conseguem se adaptar às mudanças de uma empresa com mais facilidade. Saiba que muitos recrutadores estão focados em encontrar pessoas capazes e com alto poder de adaptabilidade. Essa, na verdade, é uma soft skill muito valorizada hoje em dia.

Mantenha a positividade

Isso não quer dizer que você deva fechar os olhos para os problemas e fingir que está tudo bem, viu? Profissionais positivos buscam enxergar as coisas por uma perspectiva diferente.

Eles não estão preocupados em evidenciar defeitos ou achar o culpado de determinado problema, pelo contrário. Eles estão preocupados em como podem contribuir para melhorar uma determinada situação.

Manter a positividade no trabalho parece desafiador, não é mesmo? Essa é, no entanto, a melhor saída para analisar os problemas com clareza e, enfim, encontrar boas soluções.

Aposte em marketing pessoal

Essa é uma estratégia poderosa para fortalecer a imagem profissional de quem se prepara para uma mudança de carreira. Em suma, o marketing pessoal tem como foco a promoção pessoal de um profissional estrategicamente, por meio de técnicas como:

  • criação de conteúdo para blogs, site pessoal ou redes sociais;
  • presença constante no LinkedIn;
  • publicação de currículos online.

Existem vários motivos para começar a investir em marketing pessoal, ainda mais quando você pretende tomar novos rumos profissionais. Veja os benefícios:

  • construir autoridade em determinada área;
  • acelerar o desenvolvimento profissional;
  • divulgar o seu trabalho;
  • melhorar o networking;
  • desenvolver confiança e coragem;
  • melhorar a comunicação de maneira geral.

Continue estudando

Continuar estudando é fundamental para qualquer profissional que busca a mudança de carreira. Essa atitude é ainda mais importante depois que os objetivos são alcançados, afinal, como mencionamos, o mercado de trabalho e todo o mundo estão em constante transformação. Para acompanhar essas evoluções, nada melhor do que apostar na educação continuada.

Existem inúmeros motivos para continuar aprendendo. Listamos os principais a seguir:

  • aprimorar constantemente as habilidades profissionais;
  • exercitar o cérebro;
  • turbinar o currículo e se destacar entre os demais;
  • aumentar as oportunidades profissionais;
  • aumentar o networking;
  • exercitar a capacidade de resolução de problemas;
  • realizar objetivos profissionais e pessoais.

Aposte no ensino a distância

O que você acha de apostar no ensino a distância? A modalidade tem crescido bastante nos últimos tempos e ganhando cada vez mais espaço em instituições de ensino de todo o país. O mercado de trabalho passou a aceitar e valorizar o EaD.

Isso acontece porque o ensino remoto já é regulamentado pelo Ministério da Educação (MEC). Para oferecer um curso a distância, as instituições devem cumprir uma série de requisitos, assim como acontece nos cursos presenciais. Se você tem receios sobre essa modalidade, pode se tranquilizar. 

Mostramos abaixo as principais vantagens do ensino a distância. Acompanhe:

  • diploma igual ao de cursos tradicionais;
  • flexibilidade de horários;
  • variedade de cursos;
  • desenvolvimento de habilidades, como organização, iniciativa e autogerenciamento;
  • domínio das novas tecnologias;
  • mensalidades que cabem no bolso;
  • custos de alimentação e locomoção reduzidos. 

Este é o momento certo para apostar em uma mudança de carreira? Esperamos que nosso guia possa ajudar você a tomar as melhores decisões para a sua vida profissional. Como você pôde conferir, o planejamento é um grande aliado nesse processo, portanto, vá com calma, dê um passo de cada vez e continue investindo em formação de qualidade.

Agora que sabe mais sobre o assunto, o que você acha de conhecer os cursos da LS Educacional? Nós podemos ajudar você a se preparar melhor para a mudança de carreira. Fale conosco!

Powered by Rock Convert

Dê mais um passo na sua vida.

Cadastre-se e receba nossos artigos em primeira mão.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support